25/08/2014

Origem dos Deuses

Eles não são seres ,não são pessoas,muito menos são coisas ou objetos possíveis.
Eles são nada mais e nada menos que sentimentos.Nascem no justo momento em que a primeira alegria ou a primeira dor acontece.
Vão se desdobrando entre os prazeres sensoriais primitivos e a expressividade.
Conforme a força em que se apresentam causam tamanho espanto que não são reconhecidos em toda sua abrangência, sempre  a partir do sujeito que é o primeiro motor para a existência de um Deus ou  um efeito projetivo de externa ação , que só a percebemos como mágica de um ser superior.
Na insuportabilidade do vazio ,da solidão que acomete o ser humano e pela força devastadora que esta realidade provoca em sua , estes Deuses entram em ação,criando paragens para que a mente possa recuperar suas forças e seguir a vida, como quer a vontade de poder.A resiliência então é a grande morada dessas forças que singram pela atemporalidade do pensamento multiplicando-se,desdobrando ou até se retraindo a  cada percepção afetiva.

Nenhum comentário:

Postar um comentário