21/11/2012

Caminho



Um caminho para cada lugar
Tinha cheiro de grama
Gosto de festa  de riso
Brilho sol no olhar
Tinha gente vestida de gente
Que era gente
Tinha canto pintado de dança
Tinha gente saindo das pedras
Tinha pedras  aquecidas e liquidas
Tinha vida de todo lugar
Tinha beijo e doce na boca
Tinha trem e passeio no ar
Tinha ponte pra gente passar
Tinha sábios pra todo lugar
Um caminho no peito que
Inflou feito balão em noites felizes de São João
De todos  e de trilhas que levam ao mar
Tinha gente aprendendo a voar
e pássaros aterrizando no ar.
A circunstancia era o caminho
a Filosofia o lugar
E o tempo se fez tão suave e desapercebido
avisou - Ja é hora de voltar!